quarta-feira, 11 de março de 2009

Crise

Era para ser a primeira Reunião da Rede de Governos Subnacionais para o Desenvolvimento dos Territórios Rurais da América Latina. Era.

O evento morreu na praia. E que praia, a do Santinho, em Florianópolis. Olhe aí em cima a maravilha que é o lugar.

Santa Catarina organizou tudo e chamou líderes da América Latina para discutir a necessidade de recuperar as regiões agrícolas e suas populações. Um encontro com uma causa justa, utópica até, no Costão do Santinho.

Espera, porque no Costão? Não poderia ser em Timbó Grande, que tem um dos IDHs mais baixos do estado? Para! É só uma questão de coerência.

Enfim, nem o charme de um dos melhores resorts de praia do país foi capaz de convencer os governadores latino americanos a virem.

Dos 17 convidados, 15 (QUINZE) faltaram. O motivo: Crise econômica internacional.

Por mais que seja difícil acreditar, vamos supor que seja verdadeiro. Comemoremos, então. Políticos interessados em economizar dinheiro público é coisa rara.

Também. Seriam dois dias de encontro, apenas. Convenhamos, dois dias no Costão é muito pouco. Da próxima, se for uma semana, a turma vem. Não tem crise.

2 comentários:

Marco Antonio Zanfra disse...

Pare e pense: se o encontro foi no Costão do Santinho e vieram apenas dois dos 17 convidados, qual seria o quórum se o encontro fosse em Timbó Grande? A crise tá braba, mas o bom gosto sobrevive.

Amanda disse...

Sem propósito um encontro assim, ou melhor, um propósito fake.