quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Dispararam o disparate!

Outro dia Florianópolis foi comparada com Manhattan. Quem sabe pela semelhança do CIC – Centro Integrado de Cultura Professor Henrique da Silva Fonte - com a Broadway ou pela afinidade das produções culturais do Museu Histórico de Santa Catarina com o Museu Guggenheim. Vai saber. Quando se falou em transporte marítimo então, o povo foi à loucura.

Também houve quem achasse semelhança entre Floripa e Ibiza, uma Ilha do Arquipélago das Ilhas Baleares, na Espanha. É o confronto mais engraçado. Sim, porque lá, o positivo é dizer que Ibiza é o pedaço de praia mais brasileiro da Europa. Vai entender.

Agora, por aqui, a Ilha de Santa Catarina virou a Saint Tropez tupiniquim. Só falta Brigitte Bardot vir de muda, como dizem os gaúchos quando estão de mudança. Foi a musa francesa que transformou a pequena vila de pescadores em ponto de badalação turística nos anos 60 quando foi de mala e cuia pra lá. Se bem que ela protege os animais.....

Contando os trocos, as três hipóteses servem bem àqueles que faturam alto e a uma lista de gente acéfala que ainda vive um pensamento colonial. Esses não contribuem para nada e atrapalham o desenvolvimento. Não estão nem aí para o Zé do Cacupé ou para a Toca do Parú. Como diz o Gustavo Schwabe, jornalista por acidente e sambista de coração: "Neguin não conhece nem o Tião véi".
Maciço do Morro da Cruz pra eles é um bloco de concreto que a prefeitura construiu no topo, óbviamente, de um morro qualquer. Pra essa turma de desenganados, costume ilhéu é o hábito de morar em uma ilha, no máximo.

A cidade é muito mais do que isso. Acho até que merece mais. Que nos diga esse visual do Ribeirão da Ilha.

7 comentários:

Brí disse...

ó-lho-lho-lhó ... cosa linda essa foto, mô sagrado! O Stream of the Island é mais belo que qualquer Ibiza, mas é melhor falar baixo.
Parabéns pelo blog.Bjs.

Marco Antonio Zanfra disse...

Como disse um velho companheiro da Folha de S. Paulo que tem o "Escuta Zé" há alguns anos: cuidado que blog vicia! Você começa com uma notinha aqui, outra acolá e - não sei se isso é um problema apenas dos jornalistas - acaba assumindo que tem de respeitar periodicidade e prazo de fechamento. Daqui a pouco, está fazendo reunião de pauta. De qualquer forma, bem-vindo ao bloco. Espero que você também acrescente algo de útil ao blog "Fala, Zanfra!".

Luis disse...

ta apaixonado pela ilha ne, cara? apreciei a abordagem passional do forasteiro.

Dolenga disse...

Muito bom meu garoto...
Ainda tem excelentes "causos" para você conhecer e contar à sua maneira por aqui.
Parabéns...

Nina disse...

Realmente é maravilhoso ver um coxa branca - ou forasteiro qualquer - defender essa ilha. O mais comum é ver esse povo "vir de muda" pra cá e trazer junto seus preconceitos. Quem não nunca ouviu em uma mesa de bar o paulista ou gaúcho falando de mal de Floripa? Nessas horas é que a minha vó diz que devíamos fechar a ponte... Mas quem chega e se comove com o Ribeirão, Santo Antônio ou a Armação deixa do lado de cá!!!
Carolina de Assis - manezinha do Saco do Limonxxxxx
PS: joinvilense falando com sotaque mané só pra quem vê seres azuis...

Fabiano Marques disse...

Pô Nina, não precisava pegar pesado comigo. Coxa-branca é torcedor do Coritiba Foot Ball Club. Eu sou rubro-negro, Atlético Paranaense, Furacão, entende? rsrsrs

gibavideo disse...

grande figura, maravilha a foto, feio!